-> Español

                                                                                                                                                        -> Italiano

           

          O XI Congresso Internacional e XII Congresso Ibero-americano de Acompanhamento Terapêutico “Acompanhamento Terapêutico e seu campo de saber: articulações teóricas, narrativas em saúde e composições políticas”, organizado pela instituição Attenda – Transmissão e Clínica em AT e Psicanálise, em parceria com o Centro de História e Filosofia da Unifesp (CEHFI/ EPM/ UNIFESP), e com o Coletivo XI Congresso Internacional  (grupos de AT e acompanhantes terapêuticos autônomos, instituído para o apoio ao evento) se realizará nos dia 14, 15, 16, 17 e 18 de novembro de 2017, na Faculdade de Medicina da UNIFESP – Campus São Paulo.  
             
                É nesta perspectiva que contaremos com a presença de renomados colegas internacionais do nosso campo, oriundos de diversos países, além de inúmeros expositores de nosso território nacional. O tema que nos convoca, abre, não sem consequências, uma série de desdobramentos. Seguiremos a ordem exposta do tema deste congresso em forma de perguntas, entendendo que os questionamentos não se esgotam neste curto texto de apresentação.


                Articulações teóricas: Quais são as teorias que embasam a prática clínica do AT? Poderia um acompanhante terapêutico, neste contexto atual, prescindir de uma teoria que comportasse uma visão de homem, capaz de orientar sua intervenção clínica de modo a mobilizar seus recursos para a realização de novas tentativas de laço social? Ou dito de outro modo: como precisar o uso de um aporte teórico, ou uma visão de homem, para fundamentar nossa prática quando fazemos AT? Quais são os efeitos da nossa clínica? Poderíamos pensar seus indicadores? Estes seriam de bom uso para o diálogo com as políticas públicas e/ou com as áreas afins? Para além disso, como os distintos campos de saber, tais como a área da saúde, educação, assistência social, judiciário, cultura, entre tantos, oferecem aportes teóricos para sustentar nossa práxis?

             Narrativas em Saúde: O congresso compõe uma parceria com o Centro de História e Filosofia da Unifesp (CEHFI/ EPM/ UNIFESP), que organizará o V Colóquio Internacional de Humanidades, Narrativas e Humanização em Saúde, atividade prevista para ocorrer em conjunto como o XI Congresso Internacional de AT. Narrativas de AT advindas da saúde serão muito bem-vindas, assim como, todas as outras narrativas, advindas de outros campos de saber. Dito de outro modo, como tecer as narrativas do AT nos contextos da educação, assistência social, judiciário, cultura, entre tantos outros?

 

                    Composições políticas: Por fim, cabe ressaltar o nosso momento histórico atual, em que buscamos a construção e viabilização de nossa Rede Internacional de AT, como um laço social entre os companheiros que queiram sustentar nosso campo internacional de debate. Porém, podemos ir além deste tema: Como consideramos a dimensão política da clínica do AT, no que toca o trabalho em rede? Qual é a politica do AT, enquanto clínica? Enfim, de que maneira a política, em suas diversas acepções, atravessa o nosso campo?
                 
              Convidamos a todos os interessados que queiram trazer sua voz e sua escuta para participar de uma experiência de congresso internacional que seja nova e atravessada por aquilo que o AT nos ensina: as construções lado a lado. Sejam todos muito bem-vindos!!!

  • Facebook Social Icon

Realização

Visite nosso facebook

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now